Estética

  • Qualificações

    Qualificação I – Módulo I e II - Atendente de Saúde

    O atendente de saúde prestará serviço em setores ligados a área de saúde orientando os pacientes na prevenção de doenças da pele e auxiliando o profissional Técnico em Estética.


    Qualificação II – Módulo III – Auxiliar de Procedimentos Estéticos e Cosmetologia

    O auxiliar em procedimentos estéticos e cosmetologia desenvolve procedimentos estéticos corporais, e aplicação de produtos cosméticos promovendo a saúde, beleza e o bem-estar das pessoas.


    Qualificação III – Módulo IV - Técnico em Estética

    O Técnico em Estética trata do embelezamento, promoção, proteção, manutenção e recuperação estética da pele.Seleciona e aplica procedimentos e recursos estéticos, utilizando produtos cosméticos, técnicas e equipamentos específicos de acordo com as características e necessidades do cliente.Utiliza técnicas de atendimento ao cliente, orientando-o sobre ações de proteção à saúde cutânea.

  • Objetivos

    Integrar o aluno no campo da Estética mediante contato com profissionais da área, ambientes nos quais atuam e vivências que permitem contextualizar o trabalho na área da Saúde e no segmento, de modo que o aluno possa articular suas expectativas sobre a profissão com as possibilidades que ela oferece, visando ao seu desenvolvimento profissional.


    Serão desenvolvidas competências voltadas para a aplicação de técnicas de menor complexidade, conceitos relacionados com a promoção e prevenção da saúde da pele e valores e atitudes voltados à qualidade no atendimento. Serão propostas atividades de pesquisa, estudo de casos, simulações, vivências em laboratório e atendimento ao cliente, dentre outras.

    O curso técnico em Estética busca fazer com que o aluno possa:

    • Reconhecer-se como profissional da Saúde que interage em um sistema complexo com diversos atores, respaldando sua ação na perspectiva do ser humano integral, considerando a qualidade no atendimento e o compromisso social com a população e adotando postura profissional condizente com os princípios que regem as atividades em Saúde e Estética;

    • Analisar o campo da Estética e da organização do trabalho, considerando o contexto social, os aspectos éticos e multidisciplinares e as relações que interferem na ação profissional e nos limites que devem ser respeitados, identificando possibilidades que permitam ampliar sua atuação;

    • Selecionar e adotar procedimentos que garantam a segurança, a higiene e a profilaxia no trabalho, atendendo às diferentes normas que regem a prestação dos serviços na área, visando proteger a saúde do profissional e do cliente e preservar o meio ambiente;

    • Receber e assessorar o cliente, com cortesia e profissionalismo, levando em conta a abordagem, a postura e a comunicação adequadas no atendimento, os princípios da ética e da qualidade e as normas que regulam as relações na prestação de serviços;

    • Aplicar procedimentos de higienização, esfoliação, tonificação, hidratação, nutrição e proteção da pele da face e do corpo com base na avaliação das condições da pele e utilizando produtos cosméticos e técnicas, tendo em vista os princípios da anatomofisiologia, da microbiologia e da dermatologia e preocupando-se com o conforto do cliente.

    • Realizar procedimentos de massofilaxia facial e corporal utilizando conhecimentos de anatomofisiologia e cosmetologia, habilidades para a execução das manobras e valorização da relação esteticista-cliente;

    • Aplicar procedimentos de peeling utilizando conhecimentos sobre os efeitos dos produtos e reações que causam à pele, tendo em vista os limites de atuação do esteticista no uso desta técnica;

    • Orientar o cliente quanto ao uso de produtos cosméticos e ao desenvolvimento de hábitos saudáveis de vida, com comunicação adequada à sua compreensão e respeito às suas possibilidades;

    • Selecionar e aplicar técnicas de drenagem linfática manual com base na avaliação das condições da pele, utilizando manobras, e cosméticos, mobilizando conhecimentos sobre os sistemas orgânicos envolvidos e sobre as indicações e contra-indicações;

    • Selecionar e aplicar procedimentos para o tratamento da acne utilizando técnicas e cosméticos específicos, compreendendo as alterações fisiopatológicas envolvidas;

    • Selecionar e aplicar procedimentos para o tratamento de “gordura regionalizada” utilizando técnicas e cosméticos específicos, compreendendo a anatomofisiologia do tecido adiposo e das alterações fisiopatológicas envolvidas nesse processo;

    • Selecionar e aplicar procedimentos pré e pós-cirurgias plásticas, com vista à obtenção de melhores resultados, considerando a indicação cirúrgica e as orientações médicas;

    • Realizar o acompanhamento do cliente em atendimento estético, avaliando suas condições gerais, selecionando e aplicando as técnicas mais adequadas dentre as existentes, compatibilizando-as com as necessidades identificadas e analisando os resultados obtidos, bem como orientando-o sobre auto cuidados para a promoção do seu bem-estar.

    • O profissional da área de Estética em hipótese alguma poderá realizar procedimentos próprios e exclusivos aos profissionais da área médica ou para os quais não esteja capacitado tecnicamente. A sua atuação e as suas atribuições são regulamentadas pela Associação Brasileira de Estética ou por órgãos de classe que tenham oficialmente esta função.

    • Reconhecer as principais composições, formulações, indicações e aplicações de cosméticos, bem como os cuidados e recomendações quanto ao uso dos mesmos.

  • Justificativa

    A partir de 1997, nas discussões iniciais, para a elaboração dos Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Profissional de Nível Técnico, o segmento da Estética foi inserido na área profissional de Imagem Pessoal, por estar fortemente identificado com a promoção da beleza. Entretanto, estudos e debates desencadeados a partir do Encontro Nacional de Saúde, em 1999, integraram a Estética à área profissional de Saúde, gerando a necessidade de revisão no processo de formação do Esteticista.


    Os avanços tecnológicos e científicos da cosmética, dos equipamentos eletrônicos e da medicina, assim como a incorporação de procedimentos complementares aplicados pelos esteticistas nos tratamentos em saúde, confirmam a Estética como campo de estudo e de aplicação da área profissional de Saúde.


    Os Referenciais Curriculares Nacionais para esta área, alinhados com os princípios norteadores da Reforma Sanitária, priorizam a idéia da Saúde como condição de cidadania que assegura mais e melhores anos à vida das pessoas, apontando especificidades para os trabalhadores da área e reafirmando a necessidade do compromisso destes com uma concepção de saúde que transcende à visão setorial e diversifica os seus campos de prática profissional.


    Entendida em sentido amplo a Saúde é considerada como “bem comum” na perspectiva da qualidade de vida. O processo saúde-doença “representa o conjunto de relações e variáveis que produzem e condicionam o estado de saúde e doença de uma população, que varia nos diversos momentos históricos e no desenvolvimento científico da humanidade.”


    A Escola Profissionalizante ESSEI se compromete com esses princípios, na medida em que privilegiam a integralidade da atenção à saúde, considerando as dimensões biológicas, psicológicas e sociais do processo saúde-doença, mediante a preparação de profissionais para atuarem na promoção, proteção, recuperação e reabilitação da saúde.


    A Estética está circunscrita, especialmente, na promoção, proteção e recuperação da saúde. Nas clínicas médicas especializadas em tratamentos estéticos é cada vez mais freqüente a presença do esteticista atuando em equipes multiprofissionais, inclusive em tratamentos pré e pós-cirúrgicos.

    Segundo a Associação Brasileira de Cirurgia Plástica, o Brasil é recordista mundial nesta prática. Considerados também os tratamentos dermatológicos, desenha-se um cenário bastante propício à ampliação da inserção do esteticista nesses e em outros segmentos da saúde a eles associados.


    O conceito de estética está vinculado à qualidade de vida, à elevação da auto-estima, aos cuidados de saúde e de beleza para a manutenção e preservação da pele e, como conseqüência, à melhoria da aparência e à prevenção de problemas que afetam a saúde - fatores associados ao bem-estar e que estão no âmbito de ação do esteticista.
    Nesta perspectiva encontra-se a interface entre as áreas profissionais de Saúde e de Imagem Pessoal e destaca-se o significativo crescimento das indústrias de cosméticos no País, assim como o aumento de espaços nos quais se realizam tratamentos estéticos.


    Com relação ao impulso da indústria cosmética a Agência SEBRAE de Notícias reportando-se à pesquisa realizada pela Euromonitor e divulgada pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec) destaca que “os brasileiros estão entre os povos que mais se preocupam com a aparência pessoal. Com um faturamento de US $ 13,8 bilhões, em 2005, o Brasil salta da sexta para a quarta posição no ranking mundial de consumo de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos”. No período entre 1999 e 2003 as exportações do setor apresentaram crescimento acumulado de 103%. Em 2003, o setor faturou US$ 225 milhões com vendas no mercado externo e em 2004 alcançou cifra próxima aos US$ 280 milhões com exportações. Atualmente, o Brasil já exporta para mais de cem países.
    Tais fatores têm contribuído para a expansão do campo da estética, que requer profissionais habilitados para atender a públicos diferenciados. Mais do que isto, demanda por esteticistas com formação que lhes permita atuar criticamente diante dos apelos sedutores de “consumo da beleza”, de modo que possam orientar sua ação com vista ao bem-estar daqueles que estão sob seus cuidados.


    A ESSEI, considerando esses aspectos, oferece este curso com o objetivo de propiciar condições aos alunos para que desenvolvam as competências gerais da área de Saúde e as específicas da habilitação técnica de Esteticista definidas a partir da análise do processo de trabalho desse segmento, respeitando valores estéticos, políticos e éticos, e mantendo compromisso com a qualidade, o trabalho, a ciência, a tecnologia e as práticas sociais relacionadas com os princípios da cidadania responsável.

  • Área de Atuação

    O Técnico em Estética está habilitado a efetuar procedimentos estéticos, orientação e aplicação de cosméticos em Institutos de Beleza e Estética, Academias, Spas, Clínicas de Reabilitação, Hotéis, em espaços voltados para o bem estar e em local próprio e a atuar em equipes multidisciplinares contribuindo de forma efetiva para a promoção, proteção e recuperação da saúde.

  • Pré Requisito

    Ter concluido ou estar concluindo o ensino médio ( 2º Grau ).


Escola Profissionalizante ESSEI Ltda.
Fone: (46) 3524-5656
E-mail: centro.edu@essei.com.br
Rua: Tenente Carmargo, 1191
Francisco Beltrão - PR