INFORMAÇÕES DIÁRIAS.
 
 
MATRÍCULAS ABERTAS
matrículas abertas para novas turmas com inicio em agosto! AVISA OS AMIGOS!
 
CURSO DE INSTRUMENTAÇÃO CIRURGICA
Instrumentação Cirúrgica A Profissão O profissional de instrumentação cirúrgica atua junto à equipe cirúrgica. Sua função é de extrema importância para o bom desempenho do ato cirúrgico. É da responsabilidade do instrumentador o perfeito funcionamento de instrumental e equipamentos usados pelo cirurgião. O bom instrumentador se prepara antes da cirurgia começar, prevê o material a ser usado e já conhecendo a equipe cirúrgica pode inclusive preparar o paciente de acordo com a preferência da mesma. Durante o ato cirúrgico, compete ao instrumentador monitorar o material usado e fazer a solicitação de reposição de material de consumo. Também é importante que o instrumentador esteja atento aos movimentos da equipe cirúrgica, tendo sob seu controle a quantidade exata de compressas, gazes, agulhas e demais objetos que não podem ser perdidos ou esquecidos. Objetivo Capacitar o aluno para: ordenar, controlar e fornecer o instrumental e material cirúrgico ao médico cirurgião e seus auxiliares; Auxiliar o trabalho do cirurgião beneficiando o paciente ao reduzir o tempo cirúrgico, diminuindo os índices de contaminação e de infecção pós-operatórias. Mercado de Trabalho O Técnico em Enfermagem Especializado em Instrumentação Cirúrgica é o profissional que atua no Centro Cirúrgico e em pequenas cirurgias nos setores de Pronto socorro e ambulatório de Hospitais públicos e privados e clínicas. Perfil Profissional Para atender as demandas do processo produtivo, o especialista de nível Médio em Instrumentação Cirúrgica deve constituir as seguintes competências: Considerar a articulação da organização, complexidade, estrutura e funcionamento do Centro Cirúrgico, Central de Materiais e esterilização e recuperação anestésica, com o objetivo de integração com a prática profissional. • Prever, solicitar, registrar e avaliar os materiais e equipamentos necessários à realização do ato cirúrgico, garantindo a segurança do procedimento cirúrgico e controle administrativo. • Instrumentar cirurgias, inclusive aquelas que utilizam tecnologias diferenciadas, aplicando as normas de biossegurança, de forma a garantir que os instrumentais e materiais disponíveis estejam de acordo com a especialidade e o porte cirúrgico. • Fornecer os instrumentais solicitados pelo cirurgião ou seu auxiliar, durante o ato cirúrgico, conforme técnica cirúrgica e asséptica. • Identificar as situações-problema que exijam a capacidade de raciocínio e pensamento crítico e comprometimento com o conhecimento técnico e científico, garantindo a resolução do problema. • Atuar dentro dos limites de sua competência profissional, respeitando os limites e interfaces do contexto multiprofissional em conformidade com a legislação profissional vigente.
 
EXPLORAÇÃO E EXTRAÇÃO DE PETROLEO
O petróleo é encontrado em bolsões profundos em terra firme e abaixo do fundo do mar. Para realizar a sua exploração são necessários basicamente três passos importantes: 1º Prospecção: é a localização de bacias sedimentares por meio de análise detalhada do solo e do subsolo. O geólogo que determina a probabilidade de haver rochas-reservatório com petróleo aprisionado pode fazê-lo de diversas maneiras, como por meio de imagens de satélites. Ele também utiliza alguns equipamentos; veja alguns deles: Gravímetro: detecta sutis variações na gravidade que indicam o fluxo subterrâneo do petróleo; Magnetômetros: mede minúsculas mudanças no campo magnético, também causadas pelo fluxo do petróleo; Sniffers (farejadores): narizes eletrônicos que detectam a presença de hidrocarbonetos (constituintes do petróleo); Sismólogos: esses aparelhos criam ondas de choque que passam pelas rochas e depois são refletidas para a superfície. Essas ondas podem ser criadas por canhões de ar comprimido, que disparam pulsos de ar na água e, por meio de hidrofones, captam as ondas refletidas. Também é possível utilizar detonações com cargas explosivas no solo ou caminhões impactadores que golpeiam chapas pesadas dispostas no solo. Esquema do canhão de ar comprimido 2º Perfuração: uma vez descobertas as jazidas de petróleo, realiza-se a marcação com coordenadas GPS e boias marcadoras sobre a água do mar. Se for na terra, realiza-se a perfuração do solo de um primeiro poço. Se realmente existir o petróleo, outros poços são perfurados e analisa-se se a extração é viável economicamente. Essa perfuração, que pode atingir profundidades de 800 a 6.000 metros, é feita em terra por meio de sondas de perfuração e no mar com plataformas marítimas (imagem). As torres de perfuração podem ter uma broca simples com diamantes industriais; ou um trio de brocas interligadas com dentes de aço. Imagem de plataforma marítima Note, na imagem abaixo, que são necessários uma bomba de lama (2) e um tanque de lama (5). Isso ocorre porque uma lama especial resfria as brocas durante a perfuração. Além de lubrificar o sistema, ela traz para a superfície rochas que serão analisadas. Esquema de uma torre de perfuração de petróleo 3º Extração: na terra, o petróleo é encontrado acima de água salgada e embaixo de uma camada gasosa em alta pressão. Assim, quando o poço é perfurado, o petróleo pode jorrar espontaneamente até a superfície em razão da pressão do gás. Quando essa pressão diminui é necessário o uso de equipamentos (como o “cavalo de pau” mostrado na figura a seguir) que bombardeiam o petróleo para a superfície. Extração de petróleo por meio de “cavalo de pau” Se o petróleo for muito denso é preciso injetar vapor de água aquecido sob pressão por meio de um segundo poço cavado no reservatório. O calor do vapor diminui a viscosidade do petróleo e a pressão ajuda a empurrá-lo para cima no poço. No mar, essa extração é mais difícil, sendo feita com a utilização de equipamentos especiais de perfuração e extração por meio de bombas em plataformas e navios-sonda. Há varios tipos de plataformas para exploração de petróleo em alto-mar, veja as principais: Principais tipos de plataformas para exploração de petróleo. Por Jennifer Fogaça Graduada em Química
 
CURSO DE INGLES
Num passado não muito distante quando falávamos que tínhamos um curso de informática podíamos nos vangloriar e dizermos que estávamos atualizados... Nos dias de hoje isso já não tem mais tanta importância. E é então que surge a necessidade de aprimoramento pessoal e profissional, sem dúvidas um segundo idioma hoje no currículo é o que faz com que você seja destaque em uma entrevista! Curso de Inglês o melhor investimento para o momento.
 
Cursos Técnicos 2015
 
 

A Escola Profissionalizante ESSEI oferece para você 10 opções de Cursos Técnicos para 2015, nas mais diversas áreas. Confira

 

Técnico em Análises Clínicas;

Técnico em Administração;

Técnico em Contabilidade;

Técnico em Edificações;

Técnico em Eletrotécnica;

Técnico em Estética;

Técnico em Imagem Pessoal;

Técnico em Informática;

Técnico em Massoterapia;

Técnico em Farmácia.

Para maiores informações de valores e duração dos cursos, entre em contato pelo fone (46)3524-5656.

Aproveite esta oportunidade  e invista em seu futuro.

A ESSEI ESPERA POR VOCÊ!!!

 
 
 
Untitled Document